©Bruno Simão


O Festim



Este espetáculo de teatro é uma reação à duração da crise económica nas nossas vidas. Uma crise que drena a energia de luta e transforma Portugal numa paisagem de zombies sem esperança. O espetáculo é uma reflexão sobre esta sensação apocalíptica, num cenário pós-festa. O ponto de partida da criação foi a Divina Comédia, de Dante. Usámos a estrutura formal do texto para criar a estrutura dramatúrgica do espetáculo, desenvolvendo uma correspondência entre os diferentes círculos do Inferno e as possíveis representações contemporâneas deste imaginário de tortura e sofrimento.



Apresentado no Festival Temps d’Images (Lisboa), em 2012.


Direção artística, criação e interpretação: Catarina Vieira, Solange Freitas e Tiago Cadete
Texto: Cláudia Lucas Chéu
Vídeo: Carlos Conceição
Desenho de som e de luz: Tiago Cadete
Produção: Vertigo – Associação Cultural
Co-produção: Festival Temps d’Images | DuplaCena
Financiamento: Fundação Calouste Gulbenkian (Programa Gulbenkian para as Artes Performativas / Novos Encenadores)



©Bruno Simão

©Bruno Simão

©Bruno Simão

©Bruno Simão

©Bruno Simão

©Bruno Simão

©Bruno Simão

©Bruno Simão

EN | PT